Ex Evangélica? Um diálogo sobre a atual conjuntura da igreja evangélica e como me sinto nela

Olá, pessoal! Tudo bem? Esta gif representa a forma como me vejo e sinto no atual cenário que as igrejas, ditas evangélicas, no seguiment pentecostal e neopentecostal tem me feito sentir.

 Sempre tive fé em Deus e em Cristo. Reconheço Jesus cmo Único e Suficiente salvador para nossas vidas e almas, pós mortem. Porém o que tenho presenciado e vivi nas igrejas está tudo muito bem longe disso.

As palavras de ordem hoje são: aumento de dízimos e ofertas para uma expansão vertical da igeja, com templos grandes, luxuosos para o status de quem? Nosso?

Além disso a pregação repetitiva, a teologia da prosperidade e claro, a ausência de um comportamento amoroso, empatíco e includente é o que mais me assusta.

Somado a isso, a atual conjuntura política que impactam muitos lideres que desejam "alienar"seu rebanho na conversão de votos para políticos se autopomoverem fazendo do púlpito um palanque e não poderia deixar de mencionar, o apoio destas à atual ideologia de morte e nazi fascismo implementada pelo atua governo.

Logo, fui me distanciando e me permitindo novas experiências de transcentalidade, para além da igreja no modelo que está posto. Estou em contato com a Astrologia (que é uma ciência já usada pelos Caldeus), a Numerologia Cabalistica (usada pelos judeus), citadas na bíblia, mas demonizada pelos pastores...

Esses novos percucursos tem me permitid experimentar novas oportunidades de culto, fé e vivências reais em outros espaços não institucionalizados, enfim.

 Gravei um vídeo falando sobre isso, respondend perguntas de quem me acompanha no YouTube e acredito que estará muito claro e objetivo meu desejo de afastament nesta conjuntura.

Logo, segue o video que fiz em que faço pontuações pertinentes:


            

 Neste vídeo abri meu coração, falei das minhas angústias e dos meus atuais objetivos.

 Portanto, quer saber mais, clique aqui e assista.

 Beijos e até o próximo post.

Pin It

Nenhum comentário:

Postar um comentário