Novo Corte, Nova Cor 2018


Olá, pessoal! Tudo bem? Voltei e retornei diferente... com nova cor e novo corte. Simmm. É super bom mudar e estas mudanças foram necessárias e decididas por mim.

Muita gente me pergunta, por quê não deixo mais meu cabelo crescer? Eu até tento, mas chega na hora, o bichinho comichão do corte me bate e não resisto e corto.

Chega um tempo na vida da gente que o cabelo longo é uma opção mesmo. No meu caso, há tempos optei pelo médio. Mas a gente cresce, outros compromissos da vida vão chegando e a necessidade de cortá-los tornam-se indispensáveis. 

No meu caso foi motivado por alguns motivos: excessiva perda de massa capilar e não consegui repor a tempo, isto é, após luzes, relaxei duas vezes e isso afinou o comprimento louro do meu cabelo. Muita gente chamaria de "corte quimico", mas fui a uma profissional e ela disse que não, porque meus fios não estavam quebrados e nem elásticos. O que precisava era repor massa mesmo e eu não consegui fazer a tempo e assim decidi cortar as pontas e modelar o comprimento. Cortei. 

Sobre a mudança da cor agora estou no marrom no tom de 6.7. Como fiz o procedimento no salão, porque estava com medo de mecher novamente e fazer cagada, a Vanessa fez um degradê de tons marrons, passando pelo frio, médio, um pouco do avermelhado e deixando um pouco do louro paga "apagar a luminância" do louro que estava demais e, particularmente, já estava cansada.

Continuo "criloura", agora com um louro mais suave, puxado para o mel e com cara de outono-inverno. Há oito anos tenho usado os tons mais claros e acesos e agora optei pelo tom mais suave e adorei.

Confesso que pensei em usar uma cor fantasia como pink, violeta, azul, mas achei melhor sossegar. Como trabalho fora e temos que ficar no "padrão", não sei se seria bem aceito no trabalho, mas achei melhor ficar nesta vibe mesmo.

 E vocês, o que acharam?

 Beijos e até o próximo post. 

Pin It

Nenhum comentário:

Postar um comentário