Vidas "Negras" importam sim



Somália. Já ouviram falar? Conhecida também como República Federal da Somália, este país que fica no nordeste africano (chifre africano), faz fronteiras com outros países como Quenia, Etiópia e também Oceano Índico.

A Somália é conhecida mundialmente como um dos países mais pobres da África, com guerra civil armada existente desde 1991 e pasmem, um dos países que mais tem ataques terroristas no mundo. Como assim? Você sabia? Nem eu? Por isso achei por bem pesquisar e compartilhar isso com vocês.

Esta semana a Somália teve mais um ataque terrorista e desta vez mais de 300 vidas foram atingidas. O mais surpreendente é que a mídia e a opinião pública não tratam este assunto com tanta ênfase como os atentados ocorridos em países da Europa ou mesmo nos Estados Unidos. Por quê será? Acredito que as pessoas que estão na Somália tem menos valor humano que as pessoas que estão na Europa para estas grandes agências. Do contrário, a repercussão teria o mesmo peso.

Este tem sido considerado um dos maiores e mais terríveis ataques terroristas mundiais. Desta vez foram colocados explosivos, em esquinas dos locais mais movimentados de Mogadíscio, próximo a um caminhão de combustível. Com a explosão, as ruas foram lambidas por uma bola de fogo que absorveu as pessoas, matando-as carbonizadas. Outro local de terrorismo, foi próximo a um supermercado.

Daí fica a dúvida: por quê notícias como esta não tem o mesmo peso e nem repercussão que as anteriores? Claro que não podemos culpabilizar a mídia pela guerra que ocorre lá, mas sim por omitir e escamotear as informações que ocorrem ao longo do mundo.

Atentados terroristas são crimes à qual precisamos estar alertas, pois podem acontecer a qualquer hora, em qualquer lugar do mundo, inclusive aqui no Brasil. No caso da Somália, segundo a ONU é um ataque revoltante, visto que o país tem pouquísimos recursos nos hospitais para cuidar das pessoas feridas.

Eu digo que particularmente, vejo o atentando na Somália tão covarde como a centenas de crimes de extermínio da população negra de um modo geral. Se compararmos, veremos que os números se aproximam bastante e, conscidentemente, a maioria das vítimas residem em bairros humildes, são pobres e tem a como negra a cor da pele.

Até quando vamos suportar isso?




Pin It

Um comentário:

  1. Realmente Fernanda, é revoltante! Ainda ontem estava conversando com meus pares sobre esse assunto, vejo mais as criticas revoltantes no Facebook, por pessoas que como nós estranha a indiferença, do que da Mídia.
    E claro, sentimos que negros e pobres realmente não tem valor.

    ResponderExcluir