Black Friday no Brasil ainda é piada, mas dá para tirar o gosto


Originalmente o Black Friday é uma data criada pelos comerciantes varejistas americanos, dedicada à ação de vendas anual, programada para acontecer numa sexta-feira, sempre após o Dia de Ações de Graças (feriado americano, dedicado ao agradecimento a Deus com festas, orações pelos bons acontecimentos ocorridos durante o ano). Outros países tem adicionado em seu calendário este evento, entre eles: Canadá, Austrália, Reino Unido, Portugal e claro Brasil.

No Brasil o evento ocorre desde 2010, apenas em lojas on line. No primeiro ano já se percebeu a "maquiagem" desrespeitosas de alguns lojistas que, ao invés de procederem com a prática de descontos reais, mascaram esta realidade reduzindo minimamente o valor dos produtos ou mesmo fingndo reduzir para na data, ofertar o produto pelo preço corrente praticado durante o ano. Isso se chama fraude e precisa ser denunciado ao Procon de sua cidade. O telefone é 151. Para comprovar é importante ter o registro fotográfico do preço corrente, do praticado no Black Friday e o valor praticado pós feriado. Assim a gente faz do consumo uma relação de cidadania consciente. Ninguém é bobo ou palhaço.

Minha experiência com Black Friday:

Como a vida tem me ensinado a ficar esperta, tenho observado os movimentos do Black Friday. Pra começar acho de péssimo gosto à adoção deste nome no Brasil, pois originalmente, ele tem uma conotação econômica, mas muito mais política, nos Estados Unidos, por ser uma ação afirmativa, para oferecer condições, aos menos favorecidos, em adquirir produtos variados com até 90% do preço de prática. Aqui no Brasil, quando se fala de cotas/ ações afirmativas para grupos desfavorecidos, uma maioria entorta a cara, não entendo porque sorriem ao usar uma adaptação desta política?

Ontem saí e fui conferir como estava a prática do Black Friday. Estive no Barra Shopping e pena que não tive pernas para conferir e comprar tudo que, REALMENTE, estava com a cara do Black Friday nmo Brasil. O que pude perceber é que, algumas lojas como:

- Lojas Americanas;
- Casas Bahia;
- Sephora

Estavam com políticas de preço, com bons descontos, que chegavam em alguns mínimos casos até 50%.

No meu caso, como amo maquiagem, aproveitei e fiz algumas comprinhas dos sonhos na Sephora dado aos 20% de desconto, EM TODOS OS PRODUTOS e a facilidade no pagamento.



Quem desejar aproveitear este valorzinho de desconto, mas que quebra um galho, as lojas física (em toda loja) e virtual (em alguns produtos) continuarão com descontos de 20% até hoje.

E é isso, pessoal! E vocês? O que acharam do Black Friday deste ano? Aproveitaram?

 Beijos e até o próximo post .

Pin It

Um comentário: