#Indignada: "Eu não mereço ser estuprada, Brasil"

O #Indignada traz à discussão que mexeu com a opinião pública esta semana após divulgação errada   da pesquisa realizada pelo IPEA (Instituto de Pesquisa Economica Aplicada) apontando que mais de 55% dos entrevistados concordam com a máxima machista que:

"Se as mulheres soubessem como se comportar, haveria menos estupros". "

Pode parecer absurdo, mas em pleno século XXI, o corpo da mulher ainda é subjulgado por uma lógica cultural imbecil e que tem levado muitos destse machões aos cemitérios ou às prisões por quererem demonstrar força e poder, quando na verdade, ser macho de verdade é ter equilibrio e acertividade em suas decisões.


Esta máxima só reforça o papel patriarcal do homem sobre a mulher e a família e, consequentemente, do papel de inferioridade da mulher onde o seu direito de ser humana e ser mulher são negados por uma lógica cultural que tentam desfragmentar a lei que é universal e nos protege.

Após muito barulho, principalmente por parte dos movimentos sociais feministas, o IPEA voltou atrás e informou que errou nos resultados: que ao invés de mais da metade, apenas 38% tem este tipo de opinião.

Independente do percentual, ainda há pessoas que subestimam a lei e afirmam que o corpo da mulher é uma peça que pode ser apropriada à qualquer momento, independente de estar exposta ou não. Isso não existe!!! 

O corpo feminino pertence a cada mulher e, independente de estar exposto ou não, merece ser respeitado. O que digo falo diretamente à gênero e não a sexo, pois muitas transexuais acabam passando pelo mesmo dilema que mulheres passam: o abuso de poder por parte dos homens e a violência para calar a voz e os sentimentos e fazer gritar a dor e a indignação.




E lembrem-se: em caso de violência feita por marido, namorado, ex-namorado, ex-marido, irmãos, primos, enfim, a lei que nos protege é a LEI MARIA DA PENHA. Denuncie!!! Maiores informações, telefone 180 ou se dirija a delegacia mais próxima.




Beijos e até o próximo post!
Pin It

5 comentários:

  1. Sabe o que é o pior de tudo isso ? E que muitas mulheres passam esse machismo para seus filhos . Vêem uma moça de mini saia , ou short ou o que seja , e declaram que a moça é piranha etc , sem conhecerem a mulher em questão .Não ensinam seus filhos a terem respeito pelas pessoas , ouvem comentarios sujos e sorriem achando graça . Pais que incentivam filhos a mexerem , dizerem obscenidades para mulheres na rua .
    Pessoal vamos educar direito nossos filhos , chega de mulheres machistas .

    ResponderExcluir
  2. Cacau,

    O machismo é uma questão cultural mesmo e nós mulheres, que na maioria das vezes, somos responsáveis diretas pela educação dos filhos, acabamos por perpetuar esta lógica. Digo isso porque minha monografia foi sobre Violência Doméstica sob o aspecto do homem, isto é, o autor da violência. Em minhas leituras e reflexões também me fez compreender que nós, sem percebermos, reproduzimos a fala e o comportamento.

    Precisamos rever nosso conceito e para isso levará bastante tempo.

    ResponderExcluir
  3. Here we present to introduce to all visitors in this great blog. and thank you for allowing me .

    cara menggugurkan kandungan
    obat aborsi
    tanda tanda kehamilan

    ResponderExcluir
  4. This is a very good article material and it is very useful for us all. thank you . cara menggugurkan kandungan

    ResponderExcluir