#Indignada: DG e quantos mais precisarão morrer???


Muito antes de ser protagonizada em cena de filme, nacional ou internacional, esta cena é protagonizada em vários cantos do Brasil e do mundo. A vítima/réu: qualquer um que estiver na vulnerabilidade.

#Indignada: Não é de hoje que no Brasil protagoniza-se o maior número de mortes de jovens nas capitais brasileiras. Motivo? Sempre torpe. Perfil das vítimas: em maioria esmagadora negros e pobres.

 Não, sociedade. Não somos coitados, nem miseráveis e nem queremos nada de graça do governo. O que queremos é aquilo que a Constituição deu gratuitamente a todos cidadãos brasileiros e estrangeiros no Brasil: DIGNIDADE.

Será que não causa estranhamento à opinião pública o por quê deste genocídio??? Será que esta mesma opinião pública não percebe que, a grande maioria destes jovens são vítimas e réus ao mesmo tempo, porque vivem refém do sistema histórico e negligente de direitos no Brasil que, há mais de um século, negou e negam educação, saúde e assistência com dignidade a estas camadas populares?

Quando morre um jovem, ele não vai sozinho para a cova. Enterra-se com ele todos os sonhos, planos projetos pessoais e de outras pessoas em oferecer condições dignas de vida para que outros jovens não morram e nem se percam no mundo do crime ou das drogas achando que é a única alternativa que se tem nesta dinâmica chamada vida?


Hoje atuando como assistente social vejo que a morte não vem sozinha levando sua vítima. Ela carrega sonhos e deixa tristezas, imobilizações, muita revolta e marcas que nunca mais irão se apagar.

Hoje um dos ícones da revolta da morte de DG é uma mulher chamada Maria de Fátima da Silva, mãe-acolhedora, mãe, amiga que sempre carregam consigo a eterna dor e arrancam de dentro de si forças para fazer e se refazer a todo tempo,  para que a verdade apareça e a justiça se cumpra.

Portanto, a qualquer momento podemos ser uma destas pessoas. Podemos estar no lugar de quem vai ou de quem fica e, independente do lugar aonde estejamos, que possamos ter feito e fazer a diferença para que outras pessoas se espelhem em nós e sejam modelos e referências para outras.

 Beijos e uma semana de paz e justiça para cada um de nós.



Pin It

8 comentários:

  1. Só tenho 2 palavras : LAMENTÁVEL , INDIGNANTE.

    ResponderExcluir
  2. Neste caso em particular muita coisa tem q ser ainda esclarecida, em torno dessa história há muitos rumores de que ele foi deliberadamente executado pela polícia, assim como tbm há boatos de que ele tem "amizade" com traficantes e que estava no local participando de um churrasco promovido por traficantes. Inclusive há reportagens em que ele lamenta a morte de um traficante nas redes sociais, enfim só acho que hoje em dia quando a gente anda direito, com pessoas de bem ou até mesmo se a gente nem sai de casa já corre riscos de perder a vida por uma bala perdida, em um assalto ou coisa do gênero. Imagine então se a gente gosta da companhia de pessoas erradas. Como já dizia a minha mãe "Quem se mistura com porco, farelo come"

    ResponderExcluir