1 2 3

#Testei: BB Cream Dream Fresh Maybelline - Escuro - Pele Negra e Morena




Olá, pessoal! Tudo bem? O post hoje é sobre maquiagem, e em especial, falar um pouco mais da minha experiência usando o BB Cream brasileiro da Maybelline.

Como vocês podem perceber, coloquei duas imagens do mesmo produto, sendo os primeiros da versão americana e os segundos da versão brasileira. Nota-se claramente que, a versão americana, tem mais variações de tons para pele escura (negra e morena) do que a brasileira. Por quê será?

Para não dizerem que sou chata com este discurso de produtos perfeitos para pele negra no Brasil e tal, vou deixar que vocês mesmo cheguem à conclusão de vocês.

O BB Cream, que significa Blemish Balm Creming, é um dos grandes "booms!" do mercado cosmético no mundo. De origem japonesa, sua promessa é uniformizar a cor da pele e, ao mesmo tempo tratá-la. Por isso, em sua composição, há substâncias como filtro proteção solar (FPS), hidratante, primer, iluminador, anti-idade entre outros. Então, além de dar cor de forma bem suave a nossa pele, ela ajuda a tratar e evitar o envelhecimento precoce. A proposta é excelente, mas parece que, no Brasil ainda não está ao alcance de todas (pelo menos às mulheres com pele escura - negras, mulatas e morenas) com uma cobertura perfeita, com tom e subtom da cor negra da mulher/homem brasileiro.

Eu, acreditando que as coisas iriam melhorar, adquiri o meu produto nas lojas Americanas por R$ 29,90. Na hora experimentei e, me deixei seduzir pelo resultado na luz (estas luzes de lojas são horríveis. Nenhuma consegue oferecer um resultado de iluminação natural) e trouxe. Quando a experimentei em casa e conferi na luz natural, olhem o resultado:

 Esta aí a demonstração do produto na pele: o creme e ele misturado na pele. Percebam que forma uma cor meio bege/cinza.


Agora o produto na pele. Embora tenha usado o flash da câmera, é daí que a gente percebe se a base está com cobertura perfeita, na cor e no tom da pele ou não e neste caso, não preciso nem dizer, né?

Não preciso também dizer que, mais uma vez, em matéria de respeito à produção de produtos para pele negra, algumas empresas que criam produtos para o grande público ainda deixam a desejar. Digo isso, porque neste link vi o blog de uma menina negra americana que, adquiriu o "mesmo" BB Cream e produto teve outro resultado.

 Claro que estarei abrindo uma reclamação junto à Maybelline solicitando a troca ou o reembolso do produto, mas antes, não poderia deixar de apresentar a vocês os reais resultados do produto.

Muitas devem me perguntar: Tirando o tom da cor, o restante dá resultados?

Sim. Senti minha pele com boa cobertura, macia e iluminada (até demais), mas não adianta ter tudo isso e errar no item principal que é acertar no tom/cor da pele.

Segue abaixo o vídeo que fiz sobre o uso desta base


Aproveitem o ritmo e participem do SUPER SORTEIO que está rolando aqui no blog, com brindes para maquiagem, cabelos, unhas entre outros. 

8 Crilouras Comentaram:

Anônimo disse...

Oi, Fernnandah. Acompanho o seu blog e adoro! Menina, eu fico a pensar, até qdo essas empresas continuarão a fingir que, não existem pele negra de diversos tons aqui no Brasil? Hey, empresas eu existo, eu consumo!Quero um BB Cream para chamar de meu! Eu uso NW50 da MAC e estou amando a base matte da bareMinerals cor Deepest Deep, pena que o preço é meio salgadinho, mas fazer o que né? Não tenho muitas opções.
Parabéns pelo blog! bjs. Rose

Fernnandah Criloura disse...

Rose,

Pois é, Rose. Digo que isso é um grande dilema e, quem perde são eles mesmos. Como sempre digo e repito, com base nas minhas vivências, experiências e observações, que isso é uma questão sócio-histórica do processo de identidade da mulher negra brasileira. Nós, precisamos aprender a nos ver como pessoas, mulheres, sujeitos de direitos e enfim, consumidoras. Aprendendo isso, vamos aprender a reivindicar nossos direitos e até boicotar estas empresas. O IBGE nos diz que somos maioria no Brasil, aos que se autodeclaram pretos e pardos; logo, o poder está em nossas mãos. Precisamos aprender a nos unir e usar estes instrumentos para isso.

Dhi disse...

Não é a primeira vez que ouço alguém reclamar desse produto e é exatamente pelo mesmo motivo...
É a negligência para com as mulheres de pele negra...infelizmente.Mais do que nós, quem perde são eles,(e posts como esse são importantíssimos para sabermos um pouco mais sobre o produto e a opinião de quem usa, para não investir em produto errado) porque outras marcas já perceberam essa falta de produtos para nós, negras, e estão investindo cada vez mais...Ainda bem que existe concorrência...se uma marca não satisfaz, sempre achamos outra que "olha pra gente"...assim como somos, de fato e de verdade.Bjo.

Fernanda disse...

Eu acho que essas multinacionais do ramo de cosméticos acham que as mulheres negras aqui no Brasil não têm poder de compra e não procuram estudar o novo quadro sócio-econômico do Brasil. Isso só demonstra pra mim o quanto são ignorantes e o quanto têm um certo menosprezo pelas consumidoras brasileiras de um modo geral (aí independentemente de cor de pele), quando lançam produtos maravilhosos lá fora e deixam a gente a ver navios.

FernnandahCriloura disse...

Dhi,

Pois é, amada. Nós também fortalecemos este descaso, porque ainda não aprendemos à reinvindicar o que temos direito. Entrei em contato com a empresa, relatei a queixa e eles irão recolher o produto para análise. Fiz minhas colocações e soube pela atendente do SAC da Maybelline que, agora que a empresa está aprofundando os estudos em peles negras brasileiras o.O Antes tarde do que nunca, né?

FernnandahCriloura disse...

Fernanda,

Pois é, xará. Este também é uma questão. Minha compreensão é que, para que haja "dominadores", no caso as empresas que criam produtos às escuras, e colocam-os à disposição do mercado, há também "dominados", no caso nós que compramos e, não satisfeitas, não reclamamos pelos nossos direitos.

Necessitamos nos colocar e dizer " à que viemos" neste país.

Beijos e obrigada

Beleza Estilo e Requinte disse...

Oi minha linda eu venho te seguindo
é verdade também fico indignada com isso,pois temos
muita dificudade em encontra produtos que atendam as nossas necessidades,somos consumidoras e merecemos produtos no tom
da nossa pele,pois o Brasil tem uma grande variedade de ton de pele
negra,é 2 a 3 tons de base para negra,fico revoltada com isso.

Adoro seu blog sempre estou por aqui
dar uma olhadinha no meu cantinho e se
gosta participa lá também bjs
http://belezaesttiloerequinte.blogspot.de/



Anônimo disse...

Concordo menina com esse absurdo as empresas nacionais deveriam ter o minimo de respeito já que as empresas internacionais não tem não sei porque não investem em produtos para as negras nosso Brasil em sua maioria e composto de mulatas e negras ,um absurdo

Postar um comentário