Por quê meu cabelo não fica com aquele resultado???


 Olá, pessoal! Tudo bem? O post hoje é para falarmos de uma dúvida comum, a muitas de nós, no que se refere aos resultados da cor ou resultados dos nossos cabelos. Quantas de nós vemos um determinado cabelo, acha lindo sua cor, sua textura, tenta fazer em casa ou no salão e não dá certo? Quem nunca, né?

 Saiba por quê isso acontece?

 Por quê somos diferentes e temos naturezas distintas. Nosso organismo e metabolismo funcionam de forma diferenciadas e isso reflete também no resultado do visual escolhido. Portanto, se você deseja alcançar uma determinada cor ou textura em seus cachos, mas ainda não conseguiu, espere. Talvez você não alcance "aquele" resultado que viu em uma amiga, numa pessoa da rua ou mesmo em uma das estrelas de tv, mas quem sabe você chegue perto?

 O que é importante você fazer?

- Aprender a conhecer sobre você e seus cabelos. Observe sua árvore genealógica e veja as possibilidades, afinal nossos avós, tios e pais interferem direta e indiretamente sobre nossos fios.

- Valorize quem você é e o que você tem. Por mais que você se inspire em alguém para alcançar um visual, lembre-se de que você é uma pessoa e ela outra e, nem sempre, resultados ficarão os mesmos.

- Aprenda a observar seus cabelos, sua forma, sua ondulação e respeite isso. Invista em hidratações semanais, de acordo com suas necessidades. Uns cabelo pedem mais hidratações à base de água; outros, por serem tão ressecados, pedem mais nutrição com óleos e manteigas vegetais. Alguns, por serem muito frágeis, exigem mais reconstruções, apostando aí nas queratinas, cisteínas entre outros.

 Conhecendo seus cabelos é mais fácil ter idéia de como ele poderá responder a algum tipo de procedimento que deseja fazer.

Sobre resultados:

Muitas de vocês, carinhosamente, me perguntam por quê não conseguem resultados de cor e ondulação como a minha. Eu também me pergunto por quê, muitas vezes, não consigo resultados de um cacheado melhor, mais hidratado, com mais brilho e tal. Dentro destas perguntas, vou me construindo e me observando também e vejo que: cabelos claros em cabelos crespos tendem a ressecar e quebrar mais do que cabelos crespos escuros. Logo, sei que estou fadada a viver tratando dos meus fios para ter um aspecto mais natural e hidratado possível.

Aprendi com a vida e com exemplos que um corte faz milagres. As vezes ficamos presas a meia dúzia de fios e, quando moldamos este cabelo, nos descobrimos uma outra mulher e por aí vai.



Se pensar em avançar e fazer alguma química, seja relaxante, permanente ou coloração, antes de mais nada, leiam muito sobre o produto, leiam sobre opiniões, conversem com profissionais, ligue para as empresas, tirem todas as suas dúvidas antes de investir em um procedimento que, muitas vezes, não alcançará o resultado esperado por vocês.





 E é isso, pessoal. Espero que esta dica sejam úteis a vocês.



 Beijos
Pin It

6 comentários:

  1. Minha linda, hoje a inspiração sobre o assunto rolou em vários blogs, a gente sempre tenta ajudar da melhor maneira, mas não tem jeito, cada cabelo uma sentença!

    Apoiada!
    Beijos
    Lucy

    ResponderExcluir
  2. Lucy,

    Que prazer tê-la aqui. Muito obrigada! Realmente é isso que tento informar as leitoras daqui do blog. Principalmente porque muitas vem com histórico de químicas progressivas e precisam de um resultado rápido, imediato e satifatório de um dia para o outro. Se para a realidade de cabelos lisos é limitado, imagine para os cabelos crespos que costumam ser frágeis, né?

    Beijos e espero vê-la por aqui mais vezes.

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. oi fer!amei a dica...estou aprendendo cada dia a domar o belobelo,dar um trabalho arretado.rsrsrs

    ResponderExcluir
  4. Quantas vezes quando adolescente queria ter um cabelo liso, sem volume e com bastante brilho...usava td quanto era produto, simpatia, receita caseira e por ai vai...sem contar o preconceito que sofria na escola so pq n tinha um cabelo que para os meus colegas era o bonito... sem contar que na infancia meus tios por parte de pai que sao mulatos de cabelo crespo ( meu pai era mulato e minha mae e loira de olhos verdes) me chamavam de loirinha sarara...bom hj to aprendendo a me aceitar e a entender que cada cabelo, pessoa e etc.. tem a sua beleza e ela tem que ser valorizada. Ja quase fiquei careca pra entrar em um padrao valorizado, hj n faco mais isso...To mto feliz com meu cabelo...so elogios e olhares por onde ando!!! bjs Fe.

    ResponderExcluir
  5. Mari Fontenele,

    Exatamente, amiga. Infelizmente, vamos atrás de uma beleza perfeita, de um cacho perfeito e acabamos nos decepcionando e não nos aceitarmos como somos. Daí gera outros desdobramentos.

    É fundamental a gente conhecer sobre a gente mesmo e saber nossos limites. Assim a gente não expõe a nossa integridade física ao risco.

    Beijos!

    ResponderExcluir