Pra gente refletir: O que é você, mulher?


Olá, pessoal! Tudo bem? Comigo tudo jóia. Hoje, minha intenção é falar um pouco mais sobre outro tipo de beleza, que muitas vezes está invisível dentro da gente e a gente mesmo não consegue percebê-la.

De que beleza estou falando? De você mesma, mulher.

 Tive uma experiência muito interessante que gostaria de dividir aqui com vocês: Semana passada estive na universidade onde me formei para rever amigos e pegar alguns documentos. Para minha grata felicidade, reencontrei um amigo que não o via há mais de um ano. Ele é um cara super show de bola e muitíssimo inteligente. Considero um exemplo por sua força de vontade, coragem e ousadia, mas ele não consegue se perceber desta forma e vira e mexe, com as coisas da vida, ele se mostra desanimado e inseguro.

Durante parte da minha vida ( e até hoje) passei e paso por momentos de desânimo e insegurança. Me formei numa universidade de elite e como eu, muitos "irmãos"(digo no sentido de classe social mesmo), que também estão na mesma universidade em busca de sua formação. Este meu amigo está se formando em Designer e quando o perguntei sobre ele, sua família e sua vida, tive várias informações, entre elas o seu bem-estar após às enchentes de 2010 em Petrópolis, onde várias pessoas morreram. Ele e sua família estão bem.

Em nossa conversa ele dividiu comigo suas aflições e angústias, comuns à todo ser humano, principalmente frente às questões sociais e financeiras.  Fomos formando vários caminhos de raciocínio e de soluções até que refletimos da seguinte forma: Temos que nos ver por aquilo que temos e não pelo que não temos.

Vivemos em uma sociedade capitalista onde o ter vale mais do que o ser. Estamos caminhando numa psicologia onde nós deixamos de valer dado às nossas ausências e isso acaba nos aquilando e não devemos nos permitir isso. Portanto, independente das circunstâncias, devemos ser o que somos, em pessoa e caráter, pelas nossas presenças e não pelas nossas ausências.

 Em outras palavras, quero te dizer, mulher, para você nunca se sentir menor do que ninguém. Ninguém é melhor ou maior. Todos nós estamos sujeitos às mesmas intempéries. Afinal, somos humanos. O que nos diferenciam são as oportunidades que recebemos e, muitas delas, temos que buscar e agarrá-la com toda força para sermos merecedoras dela.

Não se deixem abater! Sejam vocêss mesmos, prossigam e sejam felizes.

 Beijos e um excelente dia a todos.

 Desejo a todos um excelente dia. Beijos e até o próximo post.
Pin It

16 comentários:

  1. Você tem total razão...somos muito mais do que temos ou vamos ter...Dinheiro é ótimo, mas infelizmente ou felizmente só compra coisas...O nosso valor é superior...Temos o Espírito Santo, quer preciosidade maior?Bj.

    ResponderExcluir
  2. Ótimo texto.
    Eu penso também que como está cada vez mais difícil ter, o ser humano agora está se regendo pelo "parecer". Você não precisa mais ter, é só parecer. É se endividar prá comprar roupas de marca, carros, casas, entrando em financiamentos infinitos, tudo isso prá parecer algo que você não é e tentar se aceito por essa sociedade falida. Muito triste mesmo. bjs

    ResponderExcluir
  3. Tem textos que são assim, chegam a nossa vida de forma arrebatadora, para dar um ânimo, trazer ainda mais vida e mostrar como as coisas podem e devem ser encaradas de forma diferente, e o texto que você trouxe para o Crioula hoje em plena segunda feira, fez a minha semana mudar o gostinho completamente, para algo muito mais saboroso.
    Adorei ver um texto de reflexão por aqui, é sempre bom poder trazer para a vida outro palavra de otimismo e regadas de verdade.
    Tenha uma ótima semana, extremamente positiva!
    Beijão...
    Cintia Dias
    http://www.botecodacintok.com

    ResponderExcluir
  4. Nem fale menina... Estou vivendo muito essa situação de uns tempos pra cá... só pra resumir um pouco... Sou filha de empregada doméstica e um mecânico que sempre foi um pai ausente.... A coisa piorou qdo minha mãe morreu há 7 anos. Nesse tempo, eu, embora tivesse 2 técnicos (conseguidos com muita luta, já que eu não tive condições de pagar uma mensalidade de curso daí eu tive que tentar uma escola técnica estadual) não conseguia emprego de jeito nenhum porque além de ter carteira branca na época, eu ainda era gordinha e isso dificultava, não tinha a aparência adequada a um emprego... Daí fui tentar concurso público. Consegui passar em 2, porém até me chamarem fikei dependendo principalmente da minha irmã, que na época tinha 18 anos e segurava as pontas em casa e eu com 20 anos... nessa época meu tênis tava com um buraco enorme e isso fazia com que entrasse mta água! E olha que com td isso eu ainda tinha o sonho de entrar em uma universidade, principalmente a pública. Estudava sozinha e conseguia fazer a 2ª fase da Fuvest (exame de entrada na USP) mas não conseguia... e foi assim 5 anos.... na última vez que tentei antes de ser aprovada, tive que trampar em 2 empregos para poder pagar um cursinho privado pq o preparo lá é melhor... E foi assim estudando feito maluca (aproveitava meus 15 min de almoço em um emprego para estudar tb)que graças a Deus consegui passar em 5 universidades públicas e principalmente nakela que sempre foi a menina dos meus olhos: USP! acontece que percebo que hoje não tenho essa mesma garra, me concentro nakilo que até agora não consegui e tenho um desânimo quase que constante! Seu texto me fez refletir muito e por isso estou escrevendo esse comentário (desculpe por ser extenso) mas tem momentos na vida que essa sociedade hipócrita nos deixa sem forças psra continuar... Ainda não terminei a faculdade (estou no 3ª ano pq tranquei)mas sinto que me falta forças e ânimo pra continuar.... Obrigada pelo seu post e espero que ajude outras meninas a repensarem em suas vidas! Bjos!

    ResponderExcluir
  5. É agente passa por cada coisa nesse mundo que temos que ser fortes e ter Deus no coração!

    ResponderExcluir
  6. Rejane,

    É, nega. Sua fala me lembra uma paráfrase do poema Desejo de Victor Hugo: "... desejo, que você tenha dinheiro, pois é preciso viver também. E que você, diga a ele, pelo menos uma vez, quem é mesmo o dono de quem...".

    Infelizmetne, muitos se tornaram escravos do dinheiro e se deixam levar pelo que elas tem e não pelo que não tem. Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Ellis,

    Pois é, amiga. Isso aí é o status quo. O parecer é para criar a imagem do ter. Isso a sociedade capitalista projeta em nós este sentimento. Precisamos reaprender a nos valorizar pelo que somos e não pelo que temos.

    ResponderExcluir
  8. Eliane,

    Sua história é muito comovente, irmã. Eu sei bem parte do que vive. Louvo a Deus por ter meus pais e minha família me apoia em alguns projetos. Sua história de vida parece com a de muitos amigos e irmãos que estão no mesmo processo. A chave da vitória está justamente na persistência. NÃO DESISTA!

    Ainda que seja devagar quase parando. O importante é continuar... Afinal, você chegou até aqui. Está no fim da estrada. Não volte, não retrocesse.

    Beijos e toda sorte!

    ResponderExcluir
  9. Karina,

    Pois é. A bíblia diz que "A alegria do Senhor é nossa força!". Acredito que o que faz a alegria do Senhor é obedecermos a sua vontade, fazermos o bem ao próximo e nos esforçarmos para alcançarmos nossos objetivos. Isso sem inveja, sem subir por cima das pessoas, sem contendas. sabe?

    Daí, manifesta-se a força do Senhor em nós.

    Beijos e que Deus te abençõe!

    ResponderExcluir
  10. Cintia,

    Que bom! Quando comecei a refletir sobre isso, algo de bom em meu coração me dizia que estas simples palavras seriam significantes na vida de alguém. Fico feliz que tenha sido em sua vida, nega.

    Beijos e obrigada!

    ResponderExcluir
  11. Fer, lendo seu texto vejo que realmente hj em dia o que se vale é bens materiais, hj vc é alguem por vc ter dinheiro, por vc ter o carro do ano, por vc morar num ótimo lugar.. enfim.
    Hj vivo no meio de pessoas que pensam dessa msma forma e isso pra mim se torna até nojento!Pois todos nós somos iguais,n deixamos de ser tão diferentes dos outros por apenas ter uma condição melhor. Gostei do texto e realmente temos que ter consciencia de que precisamos acreditar em nós mesmos!!! Lembrei de uma frase dizendo assim: Penso, logo existo!
    Bjus Fer!

    ResponderExcluir
  12. Jujubah,

    Pois é, Descartes tinha toda razão quando filosofou sobre isso: " Penso, logo, existo". Por isso a importância da gente conhecer a gente mesmo, se amar e respeitar os nossos limites. Assim, a gente não permite que um outro venha determinar sobre nossa vida e nem o nosso corpo, quem somos ou quem eles gostaríamos que fôssemos.

    Hoje em dia, ter vale mais do que ser. E são coisas distintas. Beijos!

    ResponderExcluir
  13. Lindas palavras amei você está certíssima =D

    ResponderExcluir