Beleza & Saúde: Prevenção do Câncer de Colo do Útero.


Olá, pessoal! Tudo bem com vocês? No post de hoje vamos falar de uma beleza, que para muitas de nós, torna-se invisível, mas é perfeitamente visível quando a mesma começa demonstrar fragilidades em seu processo de saúde. Vamos falar um pouco mais do nosso cólo de útero e dos riscos que se tem com relação ao câncer.

Sei que o assunto pode parecer chato para umas, mas ele é de suma importância para nós, para que a beleza e a forma da vida continuem tendo sentido para nós. Portanto, cuidar-se é fundamental para vivermos lindas e com pleno bem estar.

Esta semana, na saúde do município do Rio de Janeiro na atenção primária, dá-se início a uma campanha de prevenção, em seu sentido mais extenso. Iniciaremos uma campanha de preventivo para que o câncer de colo de útero seja detectado o mais rápido possível e, obviamente, que esta mulher tenha o acompanhamento clínico, de acordo com seus direitos.

Histórico:

O câncer de colo de útero ou cervical, é o mais comuns nas mulheres brasileiras chegando a 24% de todos os cânceres existentes.

O câncer nada mais é do que o crescimento acelerado de células, num mesmo lugar. Embora acelerado, no caso do câncer de colo de utero, este crescimento pode ser lento e sem sintomas aparente.

O colo do útero é a área do corpo feminino que fica na parte inferior da útero e que o conecta com a vagina. O colo produz um muco que durante a relação sexual contribui para o esperma mover-se da vagina para o útero. No período menstrual, o sangue flui do útero através do colo da vagina. Durante a gravidez, o colo fica fechado e, durante o parto, abre-se para o bebê passar ( nos casos de parto normal).



O quadro da mulher que está com o porte do colo de útero pode variar desde a ausência de sintomas ( quando o tumor é detectado no exame ginecológico), até a evolução de sangramentos, seja esporádicos ou mesmo durante as relações sexuais, secreção vaginal com odor fétido e dores abdominais associadas as queixas urinárias ou intestinais, para os quadros mais avançados da doença.

O diagnóstico se faz através do exame preventivo, através dele é possível fazer o diagnóstico precoce e, consequentemente, o tratamento clínico para a cura do mesmo. Com a detecção da doença, após o exame preventivo, outros exames complementares são solicitados para se verificar o grau de desenvolvimento da doença e seu devido acompanhamento.

O tratamento para a mulher portadora do câncer de colo de útero se faz através da cirurgia, radioterapia e quimioterapia. Os níveis de remoção do tumor são variáveis, dependendo da situação em que o diagnóstico detectar sobre a doença.

Uma outra forma de diagnóstico precoce é através do histórico familiar, onde irá se observar o índice da doença na família e de hábitos comuns como fumo, bebidas e alimentos.

A frequência do exame preventivo precisa ser a partir do primeiro momento das relações sexuais e também a partir dos 18 anos. Mulheres mais maduras também necessitam também fazer o exame anualmente. Fica dispensadas apenas as mulheres que, fizeram a remoção do útero, em virtude do câncer.

Para se preparar para fazer o exame preventivo/papanicolau é simples. Basta seguir algumas pequenas orientações:

- Estar ausente de contato sexual e/ou qualquer outro contato no canal vaginal por três dias antes do exame;

- Em caso de menstruação, aguardar cinco dias, após a sua suspensão para que seja feito.

É importante seguir estas prescrições para evitar de "esconder" alguma possível anormalidade.

 O teste é rápido, embora um pouco desconfortável, mas vale a pena o sacrifício. Viver mais é viver bem, né?

Então é isso, pessoal. Fiz apenas uma prévia para vocês, falando um pouco mais sobre os riscos, diagnísticos e tratamentos do câncer de colo de útero. A sugestão agora é vocês procurarem uma unidade de saúde ou clínica particular, solicitar a providência do exame e, tirar as demais dúvidas com seu médico.

Espero que vocês curtam o tópico, previnam-se e continuem por aí vivendo mais, melhor e sendo feliz.

 Beijos e até o próximo post.
Pin It

2 comentários:

  1. Prevenção é sempre a melhor ação, e ainda assim os números são alarmantes! Qts mulheres ñ se cuidam né?

    Mto bom seu post!

    Bjs e excelente semana pra vc!

    gabirosaflor.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Gabi,

    É verdade. Infelizmetne no Brasil ainda temos a cultura de deixar pra lá e quando se vê a doença pode ter avançado em nível tão maior que, para-se nas unidades terciárias e quaternárias.

    Muitas doenças se descobertas antes, podem ser combatidas apenas com medicações. Quando avançam e evoluem a uma situação de câncer, daí é preciso a cirurgia, radioterapia ou quimioterapia.

    Beijos!

    ResponderExcluir