Dicas de Final de Semana: Filmes - em casa ou no cinema.

Meninas, tudo bem? As dicas de hoje são sugestões de como aproveitar melhor o seu final de semana que já chegou antecipadaço para muitos, dado aos Jogos da Seleção Brasileira na Copa do Mundo. Para quem está a fim de ficar em casa sossegada ou mesmo  sair e curtir um cineminha, vão aí duas dicas imperdíveis:

 Sinopse: Como num conto de fadas, a somaliana Waris Dirie tornou-se uma das mais desejadas top models. Nascida numa família de criadores de gado nômades, sua fascinante trajetória a levou dos desertos do Noroeste da África para as passarelas e revistas de moda mais prestigiadas do mundo. Aos 13 anos, para fugir de um casamento arranjado, atravessa o deserto por dias até chegar a Mogadishu, capital da Somália. Logo seus parentes a mandam para Londres para trabalhar como empregada na embaixada da Somália, onde passou o resto de sua adolescência sem ser alfabetizada. Quando se depara com a possibilidade de retornar a uma Somália destruída pela guerra, Waris se vê ilegal no país, sem ao menos um lugar para morar. Com a ajuda de uma descontraída vendedora, Waris consegue não apenas um abrigo como também uma amiga em quem pode confiar. Trabalhando num restaurante fast-food acaba sendo descoberta pelo famoso fotografo Terry Donaldson e, através da ambiciosa agente Lucinda, transforma-se em uma verdadeira modelo. Mas apesar da vida de sucesso e glamour, Waris ainda sofre com as violentas lembranças de um segredo de infância. No auge de sua carreira, Waris revela ao mundo que foi vítima da mutilação genital feminina, levantando o debate e lutando contra essa bárbara tradição.

Elenco:
Liya Kebede, Sally Hawkins, Craig Parkinson, Meera Syal, Anthony Mackie, Juliet Stevenson, Timothy Spall, Soraya Omar-Scego.
Título Original: Desert Flower
Título Traduzido: Flor do Deserto
Download
Filme Flor do Deserto
Gênero: Drama
Duração: 124 min.
Direção: Sherry Horman

Assista o trailler:

Ainda não fui assistir. Espero ir na próxima semana com alguns amigos. Sei que ele está passando no cine Kinoplex do Shopping Fashion Mall em São Conrado.

Fiquei comovida assistindo o trailler do filme e pensei: quantas mulheres (por cultura), seja na Somália ou em qualquer parte do mundo são mutiladas?
A mutilação não é necessariamente a extirpação de um órgão do corpo, mas muitas vezes é a extirpação das emoções, de viver e de ser feliz.

Quem assistir, vamos dividir aqui nossos comentários. Penso que este filme ajudará na reflexão de muitas mulheres no Brasil e no mundo.




Sinopse: Claireece Preciosa Jones sofre privações inimagináveis em sua juventude. Abusada pela mãe, violentada por seu pai, ela cresce pobre, irritada, analfabeta, gorda, sem amor e geralmente passa despercebida. A melhor maneira de saber sobre ela são suas próprias falas: “Às vezes eu desejo que não estivesse viva. Mas eu não sei como morrer. Não há nenhum botão para desligar. Não
importa o quão ruim eu me sinta, meu coração não para de bater e meus
olhos se abrem pela manhã”. Uma história intensa de adversidade e esperança.
Elenco:

Gabourey Sidibe (Claireece “Preciosa” Jonas)
Mo’Nique (Mary)
Rodney Jackson (Carl)
Paula Patton (Sra. Rain)
Mariah Carey (Sra. Weiss)
Sherri Shepherd (Cornrows)
Lenny Kravitz (Enfermeiro John)
Stephanie Andujar (Rita)
Chyna Layne (Rhonda)
Amina Robinson (Jermaine)
Xosha Roquemore (Joann)
Angelic Zambrana (Consuelo)
Aunt Dot (Tootsie)
Nealla Gordon (Sra. Lichtenstein)
Barret Helms (Tom Cruise)
Kimberly Russell (Katherine)
Bill Sage (Sr. Wicher)
Ficha Técnica
Título no Brasil:  Preciosa – Uma História de Esperança
Título Original:  Precious: Based on the Novel Push by Sapphire
País de Origem:  EUA
Gênero:  Drama
Tempo de Duração: 110 minutos
Ano de Lançamento:  2009
Estréia no Brasil: 12/02/2010
Estúdio/Distrib.:  PlayArte
Direção:  Lee Daniels

Eu também ainda não assisti, mas quem viu dizem ser um filme forte e marcante. Em ambos os filmes que selecionei, falam da vida de mulheres negras e pobres, que estão em diferentes países, mas com uma realidade muito aproximada de algumas mulheres brasileiras: o abuso e a violência.

Convido a quem for assistir um dos dois filmes ( ou até mesmo os dois) que usemos este espaço para debates e reflexões.

 Beijos e não esqueçam a pipoca, hein!
 
Pin It

Nenhum comentário:

Postar um comentário